skip to Main Content
Por Emmy & Pauline Dala Senta contato@hartn.me

Hahnemühle — Leonardo 600g hot pressed

Nessa série de resenhas de papéis para aquarela, vou descrever minhas impressões ao testar algumas amostras que recebi em 2016 da Companhia do Papel – este artigo foi primeiramente escrito em 2017. Essa minha busca pelo “papel ideal” começou quando aprimorei minhas habilidades em lápis de cor e comecei a dominar a aquarela. Para isso, eu precisava de um papel resistente, que aceitasse diversas camadas e pressões com lápis de cor, mas que também tivesse as características necessárias para fazer as aguadas. Foi assim que cheguei ao Hahnemühle Leonardo acetinado.

[Para ler toda a história de introdução à essa minha pesquisa, leia antes a primeira resenha].

Na minha busca, testei inúmeras marcas. Algumas delas não funcionaram exatamente bem para o resultado que pretendia, mas em compensação encontrei algumas opções ótimas. Então, decidi priorizar as resenhas sobre os que gostei antes dos que NÃO gostei, pois assim já tento indicar os melhores papéis para os leitores do blog que também buscam misturar técnicas secas e úmidas para pintar realismo.

Sobre o papel Leonardo

Essa linha de papéis possui a maior gramatura comercializada pela marca: 600g. Isso significa que ele tem o dobro de espessura dos papéis que até então eu havia usado (300g). Isso já causou uma primeira impressão ótima quando eu peguei a amostra pela primeira vez.

Ele é apresentado nas 3 texturas: rough surface (áspero), matte surface (grão fino) e hot pressed (acetinado ou “satinado”). Eles são indicados para trabalhos profissionais com aguada, aquarela, guache e acrílica. O fabricante indica que é um papel muito resistente à luz e ao tempo, 100% algodão e livre de ácidos. Os blocos são apresentado em uma variedade de tamanhos, além de folha avulsa em grande formado.

Os blocos são colados dos 4 lados, portanto não há a necessidade de colar a folha em uma prancheta com fita (geralmente fazemos isso com papeis de gramaturas menores para que ele não enrugue com a água). A folha fica completamente presa nas seguintes, e quando você terminar a pintura, deverá removê-la com um estilete a partir do local indicado, e somente então poderá utilizar a próxima.

Minhas considerações sobre o papel Hahnemühle Leonardo acetinado

Definitivamente, o papel de aquarela mais liso que testei até hoje, e perfeito para usar com meus Polychromos. Por ser tão liso, ele não é indicado para iniciantes em aquarela; o papel liso evidencia todos os “problemas” da aguada e seca consideravelmente mais rápido que uma textura moderada. Senti muita dificuldade para deixar a aguada bonita, e já sei que vou ter que praticar muito até aquarelar maravilhosamente nesse papel — Hoje (2020), atualizando este artigo, posso confirmar que valeu a pena o esforço: dominei as aguadas no papel liso e este permanece o meu papel favorito para trabalhar.

Uma pintura mais recente, finalizada em lápis de cor e aquarela, no papel Hahnemühle Leonardo acetinado.

Fiquei realmente satisfeita com o desempenho desse papel no uso de lápis. É possível apagar normalmente sem estragar o papel. Não é bom fazer nada exagerado, como apagar repetidas vezes no mesmo lugar com muita força (aí começa e levantar algumas fibras); mas se o esboço já estiver planejado, dá pra passar pro papel final tranquilamente, sem medo do pior. Além disso, ele aceita um bom número camadas de lápis de cor, permanecendo praticamente intacto.

Amostra em tamanho A5, com a minha primeira pintura em Leonardo Acetinado. Fico feliz que hoje eu tenha conseguido corrigir minha dificuldade com a aguada – porém, olhando para ela novamente, não ficou tão irregular quanto eu lembrava…!

Hoje (2020) já estou no quarto bloco de Hahnemühle Leonardo, sendo um deles no tamanho 36 x 48 cm. Depois de tantos anos de uso, posso afirmar que é um dos melhores papéis para realismo em técnica mista.

Conclusão

Eu recomendo esse papel para todo mundo que pensa em investir em um papel profissional, quando os intermediários já não rendem o resultado desejado. Os blocos não são baratos, mas o preço também não é exorbitante. Eu achei bem razoável pela resistência e gramatura dele.

  • Textura: perfeitamente lisa
  • Facilidade pra esboçar:
  • Resultado da aguada:
  • Resultado do lápis de cor:
  • Preço:
  • Compraria: SIM

Onde comprar:

Como de costume, ficam aqui links para comprar este papel nas nossas lojas parceiras. Porém, outra coisa que aprendi com a utilização desse papel, é que ele não é fácil de ser encontrado. Iremos atualizando este post conforme encontramos boas opções de compra e fechamos novas parcerias!


Fontes para este artigo:  Hahnemühle

Emmy Dala Senta

Ilustradora ✨ que deveria estar vivendo na Terra Média 🦉

Subscribe
Notificar-me de
guest
2 Comments
mais velho
mais novo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Chico Santos
2 anos atrás

Você comprou o bloco? Comprei e não consigo retirar as folhas do bloco, pois vem com uma telinha

Back To Top
Search
2
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x