skip to Main Content
Por Emmy & Pauline Dala Senta contato@hartn.me

Profissões para quem desenha — como trabalhar fazendo o que ama

Algumas das questões que se apresentam aos jovens desenhistas, geralmente em momentos da aprendizagem que exige maior esforço, é: o que poderei fazer com isso no futuro? Vale a pena investir tanto tempo e esforço para aprender a desenhar? Como vou conseguir aplicar as minhas habilidades com desenho, profissionalmente?

Trabalho da tatuadora Edit Paints. Suas tatuagens parecem verdadeiras pinturas em mídias tradicionais.

Pensando nisso, e relembrando os anos em que eu também não sabia exatamente as profissões que poderia seguir, decidi trazer para vocês as maravilhas que podem ser feitas da sua vida se você souber e gostar de desenhar. Vamos lá?

Uma importante alternativa nos dias de hoje

Uma das possibilidades que o desenho nos oferece — e, confesso, um dos aspectos que mais me atraía quando comecei a estudar – é a facilidade de poder trabalhar de forma autônoma e de casa. Estamos em 2021 e, com todas as particularidades de comportamento que nos são impostas, essa possibilidade pode, simplesmente, fazer toda a diferença na sua vida.

Mas quais são, exatamente, os trabalhos que o desenhista pode desenvolver? Vamos ver, a seguir, 4 trabalhos que são feitos por pessoas que sabem desenhar.

Profissões para quem desenha

É importante notar que, nas profissões listadas a seguir, desenhar bem é um fator importante. Porém, lembre-se: para que se tornar um verdadeiro profissional na área escolhida, o estudo vai muito além da parte divertida. Todas as profissões têm suas particularidades e exigem esforço, conhecimento de diferentes disciplinas, e caso você trabalhe de forma autônoma, também estarão incluídas tarefas administrativas.

Então, leve o tempo que precisar, tente coisas novas, estude com dedicação o desenho e, ao final, escolha algo que você realmente ame fazer. E a cada noite, ou final de semana, que precisar dobrar seus esforços para entregar projetos no prazo, terá a certeza de que o retorno disso não estará limitado apenas ao pagamento do projeto em questão. Você estará trabalhando em sua vocação e aos poucos construindo sua carreira, da qual terá segurança financeira no futuro, mas também orgulho das obras que entregou ao mundo.

Pintura do artista Omar Rayyan, conhecido por pintar essas meninas fofas e suas criaturas.

Ilustrador

O ilustrador é pessoa que irá transformar em imagem uma ideia, uma história ou uma mensagem específica. Ilustradores geralmente trabalham associados a designers ou publicitários, criando imagens para ilustrar propagandas, produtos, livros, e o que se puder imaginar.

A ilustração pode ser desde uma representação que recorre às tradições de pintura e desenho clássicas — com o objetivo de reproduzir o mundo de acordo com as condições reais de luz, forma e perspectiva — até uma imagem graficamente estilizada que se aproxima de uma abstração. Isso dependerá do projeto em questão, dos objetivos do cliente e do diretor de arte (caso você trabalhe com uma agência). Por isso, quanto mais ferramentas de criação você dominar e quanto mais estilos puder criar, mais trabalhos você terá como ilustrador.

A característica mais importante, no entanto, que diferencia a profissão de ilustrador do artista visual (que também veremos nesta lista) é a função da imagem criada. A ilustração, isolada de outros elementos gráficos, não é um elemento de design, mas sim arte.

Trabalho do ilustrador Marc Simonetti para uma das capas de As Crônicas de Gelo e Fogo. Note como a ilustração é pensada para uma finalidade específica, considerando os elementos gráficos que serão aplicados depois.

Como ilustrador, você poderá trabalhar tanto como freelancer ou como funcionário para uma agência de publicidade / design, ou mesmo no departamento de arte de uma grande empresa.

Inspirações: Fernanda Victorello  | Marc Simonetti  | ArtStation

Designer Gráfico

A área do design gráfico é semelhante à ilustração em sua função. Porém, exige mais conhecimentos específicos em tipografia e criação de material gráfico. Nem todos os designer gráficos sabem desenhar, mas, certamente, os que sabem têm grandes vantagens sobre o primeiro grupo.

O design gráfico é a criação de imagens não apenas com desenhos, mas com textos, formas, fotografias e ilustrações. E as regras de composição e cor funcionam da mesma forma em todos os casos.

Uma pessoa com conhecimentos aprofundados em desenho poderá organizar layouts com mais facilidade e mais liberdade criativa, além de sempre ter a possibilidade de criar as próprias ilustrações, ícones e elementos gráficos – sem depender de bancos de imagens ou de terceirizar tarefas para isso. Pessoas que sabem desenhar têm mais facilidade em criar logos e identidades visuais, que é a mais importante função de um designer gráfico.

Trabalho de design para a banda Sepultura, feito pela Fernanda Victorello. Além de ilustradora, ela também faz o design das peças, criando layouts com as próprias ilustrações para qualquer produto que o cliente precisar.

Com conhecimento sólido em desenho e um bom curso de design gráfico (seja faculdade, curso técnico ou um bom mentor), é possível se destacar nessa carreira tão concorrida, e ter sucesso de forma autônoma ou em uma empresa. Assim como a carreira de ilustrador, o designer gráfico pode trabalhar em uma agência de design, publicidade ou departamento interno de uma grande empresa – de todos os segmentos que você imaginar.

Inspirações: Fernanda Victorello | Behance

Tatuador

Apesar desta profissão não permitir o home office como as duas anteriores, ser tatuador também trará muita flexibilidade para sua vida profissional.

Já houve por aí um mito de que tatuador “não precisa saber desenhar”. Realmente, para começar na carreira não é imprescindível o conhecimento em desenho, mas, para vencer nela, sim. Sabendo os fundamentos do desenho, o tatuador terá a verdadeira noção da qualidade da imagem que está entregando, poderá criar seus próprios designs (e evitar situações desconfortáveis como a que eu já trouxe por aqui no artigo sobre direito autoral: Posso tatuar seus desenhos?), além de conseguir reproduzir as imagens na pele com confiança e sem falhas.

Trabalho da tatuadora russa Natasha. Sua especialidade são composições realistas com animais.

Observe as imagens acima atentamente e responda com sinceridade: uma pessoa sem conhecimento em desenho conseguiria um resultado tão perfeito?

O tatuador brasileiro Lukas Valerio tem um canal muito interessante: com dicas sobre tatuagem, mas também sobre desenho, trazendo para público a relação direta entre a construção da imagem no papel e a sua posterior aplicação na pele. O conteúdo acaba por se tornar interessante para quem não pensa em tatuar, mas muito valioso para quem planeja uma carreira como tatuador. O canal dele é um bom lugar para começar, e ver o quanto saber desenhar bem faz diferença entre um tatuador qualquer e um verdadeiro tattoo artist.

Inclusive, sabia que na nossa equipe aqui do blog temos uma tatuadora iniciante? A Pauline!  Alguém mais por aqui quer ser tatuador? Gostariam de uma série de posts sobre iniciar nessa profissão que parece crescer cada vez mais rápido? Deixe nos comentários pra gente saber 🦄

Mais inspirações: Edit Paints | Hannah Flowers | Ewer Sumati | Fernando de Paiva | Tattoodo

Artista Visual

Muito semelhante ao trabalho de ilustrador, com a principal diferença já citada acima: a função da imagem criada. Enquanto o ilustrador cria a partir de um briefing que o direciona a um objetivo específico, o artista visual tem um processo muito mais introspectivo e pessoal.

Até mesmo sob as diretrizes de um briefing, quando contratado para um trabalho específico, o artista (a não ser que solicitado o contrário) irá deixar suas impressões no trabalho, refletindo seu estilo de criação e execução na peça final. Isto poderá agregar muito valor à peça, e, em alguns casos, a empresa pode até mesmo oferecer-se para comprar direitos de obras criadas anteriormente para utilizar comercialmente.

Ilustração de Wylie Beckert para Magic: The Gathering. O estilo da artista é evidente na arte criada.

Por isso, é muito comum que uma pessoa seja ambos, artista visual e ilustrador. Por mais que os trabalhos pessoais sejam, possivelmente, as criações às quais o artista entregará tudo de si, ter a possibilidade de criar em diversos estilos garante ao artista um leque muito maior de clientes para seus serviços.

Quando o ilustrador tiver estabelecido seu estilo próprio, ele eventualmente passará a ter mais contratos pelas características que identificam sua obra do que para reproduzir um estilo já existente. Acredito que é este o objetivo de todos ilustradores que perseguem a carreira artística, sendo seu auge o momento que poderá se dedicar apenas a projetos que demandam o estilo no qual se especializou.

Trabalho de Wylie Beckert novamente. Ilustração sobre o filme Laranja Mecânica, em seu próprio estilo.

Artistas visuais que não atuam como ilustradores (ou fazem isso como uma atividade extra) têm sua renda proveniente de vendas de originais e reproduções de suas obras. Além, claro, da carreira como professor das técnicas nas quais se tornou mestre.

Mais inspirações: Lena Danya | Paulo Frade | Omar Rayyan3 Blogs Artísticos Inspiradores e Indispensáveis


Conclusão

Se você se interessou por alguma das profissões acima e gostaria de mais detalhes, como: dicas sobre como começar, o que estudar primeiro, bibliografia e referências, deixe um comentário aqui pra gente.

Lembre-se, também, que todas as profissões exigem esforço e têm a sua parte “chata”. Não existem profissões 100% divertidas e sem dificuldades. Mas as partes chatas estão lá para nos lembrar como amamos fazer as partes legais, e valorizar cada vez mais a possibilidade de viver de uma profissão que amamos.

Escolha algo que ame fazer e que faça com que você se sinta realizado, não apenas ao finalizar mas também durante o processo: na hora de criar, de apresentar para o cliente, de ver impresso (ou tatuado). Quando passar por um projeto e experimentar este sentimento, saberá que esta é sua vocação e que o mundo precisa que você o faça tanto quanto você precisa fazê-lo para viver.

Emmy Dala Senta

Ilustradora ✨ que deveria estar vivendo na Terra Média 🦉

Subscribe
Notificar-me de
guest
0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments
Back To Top
Search
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x